Ex-prefeito de Araucária é condenado a 50 anos de prisão por crimes contra administração municipal

Foto: Divulgação / TREPR

O ex-prefeito de Araucária, Rui Sérgio Alves de Souza, foi condenado a 50 anos de prisão por crimes contra a administração municipal. Outras seis pessoas também foram condenadas no mesmo processo. Rui Souza era vice-prefeito e assumiu a prefeitura após a renúncia do titular.

A investigação aponta que ele integrou uma organização criminosa entre outubro e dezembro de 2016. Entre os crimes praticados estão organização criminosa, lavagem de dinheiro e concussão, que é quando o funcionário público usa o cargo para exigir vantagens indevidas. As condenações ocorreram no âmbito da operação “Fim de Feira”, deflagrada no final de 2016 pelo Ministério Público do Paraná.

De acordo com a sentença, Joasiel Guilherme Soares, que seria um intermediário do ex-prefeito, era o líder e principal articulador do grupo que, com a participação de Rui Souza, exigia percentuais de empresários para que os mesmos recebessem créditos por serviços prestados à administração municipal.

Também participaram do esquema, de acordo com a Justiça, o então secretário de Meio Ambiente e secretário de Gestão de Pessoas, Márcio Silva Salgado; o então secretário de Finanças, Fábio Antônio da Rocha; o secretário de Obras à época, Edson Luiz Braun; o então Procurador-Geral do município, Carlos Alberto Grolli; e a ex-secretária de Governo, Fernanda Maria Karas. O ex-prefeito, Joasiel Soares e Márcio Silva Salgado estão presos preventivamente.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*