Ex-segurança de Lula diz em depoimento que frequentava o Sítio de Atibaia

O segurança que integrava a equipe do ex-presidente Lula afirmou em depoimento ao juiz Sérgio Moro que ia constantemente até o sítio de Atibaia. As visitas ocorriam de 3 a 4 vezes por semana entre os anos de 2010 e 2011. Itamar de Oliveira foi ouvido ontem (13), na condição de testemunha de defesa de Rogério Aurélio Pimentel – ex-assessor especial de Lula.

Durante a conversa com Moro, o ex-segurança disse que tanto ele quanto Aurélio cumpriam ordens da então primeira dama Marisa Letícia – que pedia para que eles comparecessem com frequência ao sítio no interior de São Paulo.

A ex-primeira-dama morreu vítima de um AVC em 2017. Itamar afirmou que prestou serviços junto ao ex-assessor por 6 anos como segurança e depois como assistente de ordem.

Ele contou ainda que Aurélio pedia para não ser chamado de “chefe”, já que não teria nenhum poder de decisão.

Nesta ação, Lula é acusado pelo Ministério Público Federal de ter recebido propina superior a um milhão de reais das empresas Odebrecht, OAS e Schahin Engenharia por meio de reformas feitas no sítio. Este é o terceiro processo a que o ex-presidente responde na Operação Lava Jato em Curitiba.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*