Exposição tenta alertar mulheres sobre os risco do câncer de mama

Até o final do ano, o Paraná deve registrar pelo menos três mil novos casos de câncer de mama. A estimativa é do Instituto Nacional de Câncer (Inca), que registrou mais de mil mortes em decorrência deste tipo de câncer em todo o estado, em 2016. Já em todo o Brasil, o ano de 2017 deve fechar em cinquenta e oito mil novos casos da doença.

No ano passado, trezentas e dezessete mulheres realizaram o exame em todo Paraná, sendo que 38% deste número corresponde à mamografia feitas por mulheres que não fazem parte do grupo prioritário (com idades entre 50 e 69 anos). Mesmo assim, os números de novas ocorrências continuam preocupantes. Para conscientizar a importância do exame precoce, a Agência Tif em parceria com Centro de Doenças da Mama do Hospital Nossa Senhora das Graças, vai realizar a  primeira exposição que mostra o câncer de mama de forma direta.

De acordo com a mastologista Karina Furlan, o evento chamado de “A Exposição Que Ninguém Quer Ver”, tem o objetivo de alertar as mulheres sobre os riscos do câncer de mama e priorizar a cura.

Segundo a coordenadora da Exposição, Flávia Simas, a mostra é inovadora e foi criada de uma forma ousada ligando a arte com a realidade de uma doença que muitas vezes pode se tornar invisível.

De acordo com estudos do Instituto Nacional de Câncer, 28% dos casos da doença podem ser prevenidos com mudanças na alimentação e inclusão de atividade física no dia a dia, além do diagnostico precoce.

Segundo a mastologista Karina Furlan, além da faixa etária que faz parte do grupo prioritário, o exame também é recomendado para mulheres com sinais ou sintomas de câncer de mama, como nódulo, retração do mamilo e outros, ou com histórico familiar em parente de primeiro grau, como mãe, irmã ou filha.

A “Exposição que ninguém que ver” faz parte do “Outubro Rosa” que tem como objetivo alertar as mulheres sobre os riscos do câncer de mama. A mostra começa amanhã (terça-feira, 03) e vai até o dia 15 de outubro no Museu Oscar Niemeyer. Do dia 17 a 31 de outubro a mostra vai estar exposta no Shopping Pátio Batel. A exposição terá seis painéis com imagens dos exames realizadas por algumas mulheres diagnosticadas com a doença.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*