Falta de profissionais empaca o transplante de medula óssea no HC

Pelo menos 34 pacientes não conseguem fazer o transplante de medula óssea no Hospital de Clínicas de Curitiba, por causa da falta de profissionais. O motivo é a paralisação dos servidores que já dura dois meses e afeta vários setores do hospital. São crianças e adultos, até de outros estados, que já tem doadores compatíveis e estão prontos para a realização do transplante. Segundo a chefe do setor, Vaneuza Moreira, são várias pessoas que correm risco de morte, há que são doenças graves, como leucemia.

Vaneuza explica que são necessários servidores em todos os horários do HC, para que o atendimento não seja comprometido.

A reportagem entrou em contato com o Sinditest, que é o sindicato da categoria, mas ninguém foi localizado para comentar o assunto.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*