Família comemora o primeiro aniversário dos gêmeos que nasceram após a morte da mãe

(Foto: Reprodução/Facebook)

Os bebês gêmeos mantidos no ventre da mãe mesmo após a morte dela em 2017 completaram um ano nesta semana. Anna Vitória e Azaphi vieram ao mundo em 20 de fevereiro do ano passado, 123 dias depois de Frankielen da Silva Zampoli, de 21 anos na época, ter a morte cerebral diagnosticada pela equipe médica do Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo, na Grande Curitiba. Foi um caso único na medicina mundial e um milagre, na avaliação da avó, Angela Silva.

A jovem estava com pouco mais de dois meses de gestação quando sofreu um AVC, Acidente Vascular Cerebral. Pouco tempo depois, Frankielen foi declarada morta em decorrência da grave hemorragia e, para salvar as crianças, família e médicos decidiram manter o corpo dela funcionando.

Deu certo. Os gêmeos não só sobreviveram como têm uma saúde de ferro. Hoje, irmão e irmã são criados pela avó, assim como a filha mais velha da moça – hoje com dois anos e meio de idade.

A história comoveu o país e Angela acredita que Frankielen ficaria feliz em saber que é ela quem cuida das crianças.

Anna Vitória é mais agitada que Azaphi e Angela conta que a comemoração do aniversário do casal de gêmeos vai ser em grande estilo: com direito a duas celebrações religiosas e uma festa para os parentes. A mulher, de 49 anos, também se diz um pouco menos triste por saber que a filha vive ainda através de Rafael Oliveira, que hoje carrega o coração que um dia bateu no peito de Frankielen.

Rafael tem dois irmãos gêmeos e sofria de cardiomiopatia dilatada, doença que acomete o músculo do coração. Ele aguardava por um novo órgão desde outubro de 2016 e a cirurgia foi realizada no Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, também na região de Curitiba.

Antes do procedimento, os médicos que fizeram o transplante não tinham informações sobre a vivência emocionante da jovem doadora. Mas, quando a história foi revelada, tanto a equipe quanto os familiares do paciente ficaram emocionados.

Além do coração, os rins de Frankielen também foram doados.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*