FPF não vai a reunião para discutir o terreno do Pinheirão

A Federação Paranaense de Futebol não compareceu ontem na reunião da comissão da Câmara que discute a situação do Pinheirão. O presidente da Federação, Hélio Pereira Cury, enviou uma carta em que dizia que tinha compromissos assumidos anteriormente e por isso não poderia comparecer. Segundo o presidente da comissão que discute a situação do Pinheirão, Felipe Braga Cortês, de todos os órgãos que foram chamados pela comissão, a federação foi a única que faltou.

No fim da semana passada também não foi dado nenhum lance no primeiro leilão para a compra do terreno onde fica o estádio. O valor mínimo a ser oferecido era de 69 milhões de reais. A área vai para venda pública devido a uma dívida da Federação Paranaense de Futebol, que é de aproximadamente 39 milhões de reais – entre débitos ao INSS e IPTU.

Parte do terreno do estádio foi doado pela prefeitura em 1969, mas vários itens determinados na lei que fazia a doação não foram cumpridos. Por isso uma comissão discute de que maneira a área pode ser devolvida ao município.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*