Frio faz procura por abrigos aumentar

O frio desse começo de inverno em Curitiba fez aumentar a procura por abrigos para moradores de rua na Capital Paranaense. Nos dias mais frios, até 380 pessoas procuraram espontaneamente os serviços da Assistência Social da prefeitura, por dia. Com a chegada do inverno, a média de pessoas que ficam nos albergues é de 300 a 320 desabrigados. Cresceu bastante também o número de chamadas através do número 156. Os Assistentes Sociais chegaram a atender 120 chamadas nos dias mais frios do ano. A média nessa época fica entre 40 e 80 atendimentos. Chamou a atenção entre os desabrigados que procuram ajuda em Curitiba, o número de pessoas que são de fora da Capital. A coordenadora do resgate social, Luciana Kusman, diz que a maior parte deles vem à cidade em busca de uma melhor condição de vida.

Segundo a Fundação de Associação Social, todos os dias chegam novos desabrigados que tem origem em outros Estados. Como eles não conseguem entrar no mercado de trabalho e não tem condições de se manter sozinhos, eles se tornam moradores de rua em Curitiba. O consumo de drogas também tem contribuído para que mais pessoas fiquem desassistidas.

A principal orientação é que as pessoas não deem esmolas para os desabrigados. Quem quiser ajudar com doações deve entrar em contato pelo telefone 156.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*