Funcionário dos Correios é investigado por desvio de cheques de correspondências

(Foto: divulgação/Polícia Federal)

Dois mandados de busca e apreensão e um de suspensão do exercício da função pública foram cumpridos hoje (27) em Curitiba pela Polícia Federal. Um funcionário dos Correios, suspeito de desviar cheques de correspondências em uma unidade de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, é o alvo da ação da PF. Um dos mandados determinava que a polícia vistoriasse o armário do funcionário na unidade dos Correios. O outro foi na casa dele, na cidade de Lapa. Segundo as investigações, o suspeito, se apropriava de folhas de cheques que estavam dentro de objetos postais que deveriam ser entregues aos destinatários.

A polícia afirma que cheques desviados que já estavam preenchidos e assinados foram depositados na própria conta corrente do suspeito. De acordo com a PF, a apropriação dos valores ocorria durante o período de trabalho, quando o funcionário deveria entregar os objetos postais com os cheques aos destinatários. Para dissimular a apropriação, o funcionário escrevia na lista de objetos entregues ao carteiro que o objeto havia sido extraviado.

O prejuízo descoberto até o momento aos clientes dos Correios passa de 43 mil reias. O servidor dos Correios poderá ser condenado pela prática do crime de peculato, com pena de até 12 anos de prisão. Os mandados cumpridos hoje foram expedidos pela 23ª Vara Federal de Curitiba.

(Foto: divulgação/Polícia Federal)

(Vídeo: divulgação/Polícia Federal)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*