Funcionários da Secretaria de Finanças mantém indicativo de greve

Funcionários da Secretaria de Finanças de Curitiba decidiram manter o indicativo de greve para o mês de julho. A categoria reivindica a incorporação de gratificações ao salário e pede a antecipação da data de negociação com a prefeitura. Segundo a secretária de assuntos jurídicos do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), Irene Rodrigues, o que se quer não é aumento de salários, é garantia para a aposentadoria.

Irene Rodrigues disse que os salários da Prefeitura de Curitiba são baixos e foram criados mais de 25 tipos de gratificação para tentar segurar os funcionários públicos em suas funções.

Atualmente, a Secretaria de Finanças de Curitiba tem 450 servidores. Eles aguardam para esta semana uma conversa com representantes da Prefeitura para evitar a greve. Se a paralisação dos servidores das finanças for deflagrada, os pagamentos dos servidores municipais e fornecedores serão diretamente afetados – o que poderia comprometer o fornecimento de materiais para obras, unidades de saúde, creches e escolas municipais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*