Funcionários do Hospital Evangélico podem parar novamente

Os salários estão atrasados. No dia 28 de junho uma manifestação já foi realizada por causa dos atrasos nos benefícios. O serviço de emergências do Siate e Samu no hospital foram suspensos. O tesoureiro do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Curitiba e Região (Sindesc), Natanael Marchini, relata a situação das negociações.

O assessor especial da prefeitura de Curitiba Matheos Chomatas afirma que o dinheiro do SUS foi repassado para o hospital ontem. Segundo o assessor, o Banco do Brasil demora dois dias para fazer a transação, então, somente na quinta-feira o dinheiro cai efetivamente na conta do hospital. A previsão é de que na sexta-feira os pagamentos sejam realizados.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*