Gaeco prende assessores de vereadora de Araucária suspeitos de intimidar testemunhas

O Gaeco prendeu, nesta sexta-feira (13), dois assessores da vereadora Tatiana Nogueira (PSDB), de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo o MP, os dois são suspeitos de intimidar testemunhas da operação Sinecuras, que investiga o pagamento de propina a vereadores e compras de terrenos superfaturados. Segundo a promotoria, a vereadora não é investigada.

A operação Sinecuras aconteceu no dia 5 de abril. Foram expedidos 22 mandados de busca e apreensão e outros 21 de prisão. A investigação apontou que os valores pagos mensalmente giravam em torno de R$ 120 mil, para que servidores e vereadores aprovassem projetos que beneficiavam empresas privadas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*