Gestantes reclamam de atendimento em hospital de Curitiba

Gestantes que são atendidas no Hospital Mater Day, em Curitiba, reclamam que o atendimento é negligente por parte dos médicos. Uma das gestantes completou 42 semanas de gravidez na semana passada, mas os médicos não aceitaram fazer uma cesariana. Segundo a família da gestante, ela ainda não tinha dilatação para fazer o parto normal. A irmã dela, a dona de casa Alessandra Veloso, diz que não recebeu nenhuma informação por parte do hospital.

Em 2009, outra mulher enfrentou o mesmo problema. O marido dela, o técnico de manutenção Daniel Mouras, diz que o hospital não quis fazer a cesariana, mesmo o parto normal sendo arriscado.

Pela assessoria de imprensa, o hospital Mater Day explicou que cada caso precisa ser analisado de maneira individual. No caso da gestante que estava internada hoje no hospital, o bebê nasceu no final da tarde, com 43 semanas de gestação e passa bem. Nas duas situações, o hospital informou que as pacientes foram atendidas dentro do protocolo médico.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*