Giro nas Ruas dessa segunda-feira é na avenida Comendador Franco

Coronel Francisco dos Santos nasceu em São João da Graciosa, em Antonina, numa área que hoje pertence a Morretes, em 5 de dezembro de 1864. Já adulto, ele se casou com Maria Rosa de Araújo, neta do Barão de Campos Gerais. Francisco dos Santos foi um dos precursores da indústria do mate em Antonina e fundador do engenho São Francisco. Junto com o Barão do Cerro Azul, ele também iniciou a exportação do mate para o Chile e foi um dos primeiros comerciantes matriculados na Junta Comercial do Paraná, no ano de 1890, com a fábrica de beneficiamento da erva-mate em Curitiba, na rua Comendador Araújo.

Ainda em 1890, o coronel se mudou para o Rio Grande do Sul, onde fundou e dirigiu por muitos anos as famosas indústrias Leal, Santos e Cia. Mais tarde, durante a Revolução Federalista, o paranaense atuou como Comissário de Polícia. Ele ainda organizou a defesa de Curitiba, quando decidiu aceitar a missão de evitar a entrada de mercenários que vinham para saquear e desacatar as famílias da capital do Paraná.

Francisco dos Santos acabou exilado em Buenos Aires, na Argentina, até o fim da revolução, retornando apenas de anistiado. Ele morreu em 30 de abril de 1959, e a rua que leva o nome desse paranaense ilustre liga a BR-277 e a avenida Comendador Franco, no bairro Jardim das Américas.

O setor de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná fica na rua Coronel Francisco Heráclito dos Santos. A estrutura reúne 11 Departamentos da instituição: o de Anatomia, Biologia Celular, Bioquímica e Biologia Molecular, Botânica, Educação Física, Farmacologia, Fisiologia, Genética, Patologia Básica, Prevenção e Reabilitação em Fisioterapia e Zoologia. O setor atende a uma comunidade de alunos muito ampla com três cursos de graduação, é o que explica o Diretor Setorial, Professor Luiz Claudio Fernandes.

Além da estrutura das salas de aula, o setor de Ciências Biológicas da UFPR abriga o Museu de Ciências Naturais da Universidade, um espaço destinado à atividades de ensino, pesquisa e extensão para alunos do ensino fundamental e médio.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*