Governo do Paraná ainda não definiu sobre liberação das bebidas na Copa

Ao contrário de outros governos do país que já sinalizaram que podem apresentar projetos para liberar a venda de bebidas durante a Copa de 2014, o governador Beto Richa disse que ainda espera uma definição do governo federal. Richa criticou a redação da Lei Geral da Copa, que tramita no Congresso Federal. Pelo texto, cada estado vai poder decidir se libera ou proíbe a comercialização de bebidas. Para o governador, esse tipo de decisão deveria ser tomada pelo governo federal.

Para o governador, a violência nos estádios é um problema que tem que ser combatido. No entanto, ele defende que os jogos da Copa do Mundo costumam ser mais tranqüilos que as outras partidas.

As bebidas alcoólicas são proibidas nos estádios desde 2008, pelo Estatuto do Torcedor. Agora, a regra pode mudar por causa da pressão da FIFA, que é patrocinada por uma grande fabricante de cerveja. Nesta semana, o assunto foi discutido na Assembléia Legislativa do Paraná. Dois projetos de lei tramitam na Casa, um do deputado Leonaldo Paranhos (PSC), para proibir a venda de bebidas e outro para liberar, do deputado Stephanes Júnior.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*