Governo recua de decisão e garante financiamento das Casas Familiares Rurais

Foto: divulgação/APP Sindicato

Foto: divulgação/APP Sindicato

O governo estadual voltou atrás na decisão de cortar os repasses de verbas para as Casas Familiares Rurais do Paraná. O financiamento para o segundo semestre de 2015, que tinha sido reduzido de três para um milhão de reais, deve ser mantido, agora, em R$2 milhões. Os espaços promovem educação técnica e profissional para jovens do campo, com o objetivo de fornecer alternativas de renda e trabalho para as famílias. São 40 casas em todo o Paraná.

Em reunião com prefeitos nesta quarta-feira, o governador Beto Richa (PSDB) garantiu os repasses neste ano e afirmou que para 2016, haverá uma mesa de negociações com os municípios.

O corte no financiamento já havia sido anunciado pelo governo, como parte do ajuste nos gastos governamentais. Para o ano que vem, o executivo estadual deve pedir maior apoio dos próprios municípios para custar a iniciativa. As Casas Familiares Rurais funcionam em regime de pedagogia da alternância – os estudantes passam um período na unidade e outro na propriedade rural onde vivem, desenvolvendo na prática o que aprenderam nas aulas. Eles recebem formação técnica, profissional e gerencial.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*