Greve deixa 25 mil alunos sem aula em universidades federais no PR

Cerca de 25 mil alunos estão sem aula nas universidades federais do Paraná por causa da greve dos professores, que completa hoje uma semana. São mais de mil e seiscentos docentes que estão de braços cruzados, na capital e em cidades do norte e do centro do estado. O último balanço do sindicato da categoria aponta a adesão de 46 universidades em todo o Brasil, e o número de alunos afetados já chega a um milhão em todo o território nacional. Ontem os professores paranaenses se reuniram em assembléia, e esperam agora pela proposta do governo. De acordo com o secretário geral da associação dos professores, Rogério Miranda, a adesão foi maior do que a esperada pelo próprio sindicato. Apenas o Instituto tecnológico federal ainda não aderiu.

Os grevistas das universidades federais devem realizar uma manifestação no centro de Curitiba na próxima segunda-feira. Segundo Miranda, no mesmo dia está programada uma reunião com o governo federal para discutir os rumos da paralisação.

A maior greve da história da categoria foi no ano de 2001, com duração de três meses. Na época, 50 universidades participaram do movimento.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*