Horário de verão pode afetar a qualidade do sono

Imagem ilustrativa

O Paraná é um dos onze estados brasileiros que vai adiantar o relógio em uma hora a partir do dia 15 de outubro. Por causa do horário especial, o corpo humano precisa de várias adaptações, e uma delas é o sono, que acaba muito afetado com este ‘adiantamento’. De acordo com o psiquiatra João Guilherme Borgio, a alteração do horário de sono, pode trazer alguns prejuízos, como sonolência durante o dia, insônia à noite, cansaço e falta de apetite.

De acordo com especialistas, com a chegada do horário de verão, a melotonina, que é o regulador do sono, acionado pela falta de luz, é alterada pela mudança do horário. Segundo João Guilherme Borgio para que o sono não seja prejudicado as pessoas devem evitar atividades estimulantes no final da tarde ou na parte da noite, o consumo do café ou chá preto e exercícios extenuantes na parte da noite.

O horário de verão termina no dia 19 de fevereiro de 2018 nas regiões do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. A decisão de manter o horário de verão só está confirmada para 2017. Até o verão de 2018, o Governo deve fazer uma pesquisa para saber a opinião da população e, assim, determinar se o horário especial continua ou não.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*