Idoso morre por falta de atendimento médico

Mais uma morte em unidade de saúde de Curitiba por conta da falta de médicos.  Desta vez foi no posto de saúde do bairro Centenário. Um idoso de 74 anos morreu depois de sofrer uma parada cardíaca ontem. Ele chegou passando mal e foi orientado a procurar um hospital.  40 minutos depois, já no Hospital Cajuru, o senhor teve parada cardíaca aguardando na maca. Segundo o filho dele, Jhonatam Pereira, a médica do hospital teria dito que se ele tivesse sido atendido antes, quando procurou ajuda na unidade, teria sobrevivido. Na semana passada um músico de 41 anos morreu vítima de acidente vascular cerebral depois de aguardar 35 horas pelo atendimento. A capital e os 28 municípios da região metropolitana não atendem ao número mínimo de leitos recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Seriam necessários pelo menos mais 200 para atender os quase 3,2 milhões de habitantes. A OMS recomenda 330 leitos para cada grupo de 1 milhão de pessoas.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*