Infestação do mosquito da dengue é o maior em Maringá desde 2010

(Foto: Divulgação/Instituto Osvaldo Cruz)

O índice de infestação do aedes aegypti em Maringá, no norte do Estado, é o maior desde 2010 para um começo de ano. No total são 3,6 por cento dos imóveis da cidade que estão com larvas do mosquito causador da dengue. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde da cidade. Em 2010, o índice era de 3,8 por cento.

Em 2017 o índice foi de 3 por cento. Em 2016 o número foi bem mais baixo, com 0,9 por cento dos imóveis infestados. Segundo o boletim da Secretaria de Saúde, Maringá tem 146 casos confirmados de dengue. A cidade é a que tem o maior número de casos no Estado. Depois vem Foz do Iguaçu com 45 e Cambé com 24.

Os números são referentes ao período epidemiológico que começou em agosto do ano passado. Os bairros com maior concentração de focos do mosquito nesse ano são Jardim Alvorada e Vila Morangueira, com 9 por cento cada um.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*