Início de campanha política tem vários candidatos condenados

O vereador de Londrina Rony dos Santos Alves foi condenado a pagar multa de R$ 5 mil por propaganda antecipada. Ele mandou correspondências para os moradores da zona oeste da cidade dizendo que precisa continuar o trabalho na Câmara Municipal para atender a demanda da região. Isso foi feito antes do dia 6 de julho, quando começou oficialmente a campanha.

Em Curitiba, o Tribunal Regional Eleitoral anulou a multa de R$ 15 mil ao candidato Gustavo Fruet por propaganda antecipada no Facebook. O TRE entendeu que, como ele não pediu voto, não houve irregularidade.

E Em Foz do Iguaçu, o Ministério Público Eleitoral pediu a impugnação da candidatura da vice-prefeita Ivone Barofaldi da Silva, na chapa encabeçada por Reni Pereira. Ela não se desligou do cargo de 2ª vice-presidente do Sindicato Patronal do Comércio Varejista de Foz do Iguaçu e Região no prazo, que venceu em 7 de junho. A candidata enviou documento mostrando que o desligamento foi feito no dia 31 de maio, mas deu entrevista a uma rádio no dia 2 de julho como se ainda estivesse no cargo.  Ela tem 7 dias para apresentar a defesa à Justiça Eleitoral.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*