João Santana e Mônica Moura apontam que Gleisi Hoffmann recebeu quatro milhões em caixa dois

O casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura apontam que a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) recebeu quatro milhões de reais em caixa dois para a campanha à Prefeitura de Curitiba em 2008.

Em delação premiada, o publicitário afirma que o ex-ministro Antônio Palocci pagou dívidas da parlamentar.

Em um dos trechos do termo, o marqueteiro afirma que foi o ex-ministro Paulo Bernardo – marido de Gleisi – quem pediu ajuda para quitar o valor pendente. Segundo a delação, “Palocci sempre dava um jeito de resolver as dívidas de campanha”, desde que os publicitários permanecessem aceitando os pagamentos por fora.

A também marqueteira Mônica Moura alega que se encontrou várias vezes com Palocci, em São Paulo, para aceitar detalhes do pagamento.

Por meio de nota, Gleisi Hoffmann afirma que tomou conhecimento da situação ontem (quinta, 11), data em que foi publicada os termos de delação premiada do casal de marqueteiros.

A senadora afirma que nunca conversou “sobre recursos, pagamentos ou contas de campanha com Monica Moura e João Santana”. Ela afirma que as informações prestadas pelos delatores são mentirosas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*