Jovem que teve perna amputada após suposta agressão em bar deve ser ouvido

O rapaz que teve a perna amputada após ter sofrido uma suposta agressão em um bar de Curitiba deve ser ouvido pela polícia na próxima semana. Um inquérito para apurar o caso foi instaurado no terceiro distrito policial. O jovem de 18 anos foi internado no dia 06 de maio, e alega ter sido espancado por um dos seguranças – que já foi indiciado por lesão corporal gravíssima. De acordo com o superintendente do terceiro DP, Sérgio Quirino, a vítima ainda permanece bastante abalada, e por isso ainda não compareceu na delegacia.

Duas testemunhas já foram ouvidas desde o início das investigações. O advogado de defesa do bar James, Eduard Carvalho, não quis gravar entrevista, mas afirmou que estuda responsabilizar o hospital por uma provável negligência no atendimento ao jovem. De acordo com o ele, a vítima teria dado entrada às três horas da manhã de domingo em um hospital público, e recebeu alta na manhã do dia seguinte, sem o diagnóstico de lesão vascular. O atraso, segundo ele, teria agravado os ferimentos e contribuído para a retirada do membro.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*