Juiz condena homem que ofendeu agente de trânsito em Cascavel

Um homem foi condenado a um ano e quatro meses de prisão por ofender um agente de trânsito em Cascavel, no oeste do estado. O caso aconteceu em 2010. O agente sofreu preconceito de um motorista que ficou revoltado depois de ser multado por estacionar o carro sem o cartão EstaR. A sentença é do juiz Luiz Gustavo Fabris, da primeira Vara Criminal de Cascavel.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*