Julgamento de acusado de matar Bruno Strobel Coelho foi adiado

O julgamento de um dos acusados da morte do estudante Bruno Strobel Coelho, que estava marcado para hoje, foi adiado para a próxima segunda-feira, dia 21 de maio. Eliandro Luiz Marconcini era um dos funcionários da empresa de segurança Centronic e seria julgado por ter participação no crime. Ele está preso desde 2010. O pedido de adiamento foi feito pela acusação. O advogado da família de Bruno, Rafael Fabrício de Melo, explica que três das sete testemunhas intimadas não compareceram hoje na Câmara municipal de Almirante Tamandaré, onde seria realizado o julgamento.

Bruno Strobel foi morto por funcionários da empresa Centronic em 2007, depois de ser flagrado pichando muros no bairro Alto da Glória, aqui em Curitiba. Ele foi torturado e morreu com um tiro na cabeça. O corpo do jovem foi encontrado na Rodovia dos Minérios, em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Ao todo, sete pessoas são acusadas de participar do crime. Dois réus já foram julgados e condenados pela Justiça a 23 e 13 anos de prisão em regime fechado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*