Justiça bloqueia bens de Derosso

Quase seis milhões de reais em bens do ex-presidente da Câmara Municipal de Curitiba, João Claudio Derosso, da ex-mulher dele, Claudia Queiroz e de outros quatro funcionários da casa foram bloqueados pela justiça nessa sexta-feira. Todos são réus de um processo por improbidade administrativa, movido pelo Ministério Público.Eles são investigados por irregularidades em contratos de publicidade que custaram mais de 35 milhões de reais a Câmara Municipal.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*