Justiça Federal homologa acordos de leniência da Odebrecht

A Justiça Federal homologou os acordos de leniência do Grupo Odebrecht, que permitem que a empresa continue as atividades. Em dezembro do ano passado, a empreiteira se comprometeu com o Ministério Público Federal em revelar os fatos ilícitos relacionados aos ex-executivos e agentes políticos e a apresentar provas sobre esses crimes. A Odebrech terá que pagar uma multa de R$ 3 bilhões e 828 milhões de reais às autoridades do Brasil, Estados Unidos e Suíça.

O valor será pago em até 23 anos, com a correção da taxa Selic. A primeira parcela deverá ser paga já no mês que vem. A maior parte do montante, cerca de 83%, será destinado ao Brasil.

No despacho, o juiz Sérgio Moro define ainda que, da parte do Brasil, quase 98% serão destinados ao ressarcimento dos danos decorrentes dos crimes, com o intuito de compensar as entidades públicas lesadas. Cerca de 2% serão destinados a título de perda de valores.  A empreiteira também firma o compromisso de cessar as atividades ilícitas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*