Laudo da PF revela e-mails com pedidos de doações para campanha feitos por FHC à Odebrecht

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

E-mails analisados pela Polícia Federal revelam pedidos de doações feitos pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao empresário Marcelo Odebrecht. As mensagens foram trocadas em setembro de 2010 e integram agora um laudo da PF que foi anexado a um dos processos que envolve o ex-presidente Lula na Lava Jato em Curitiba.

Em um dos e-mails, FHC – que à época era presidente de honra do PSDB e não ocupava cargo público – teria enviado ao empreiteiro um pedido de “SOS” solicitando recursos para auxiliar nas campanhas eleitorais de dois candidatos tucanos ao Senado: Antero Paes de Barros, do Mato Grosso, e Flexa Ribeiro, do Pará.

O político teria inclusive enviado dados bancários para depósito. Odebrecht garantiu apoio às campanhas. Em uma das mensagens enviada por André Amaro, outro executivo da Odebrecht, a empreiteira garante que R$ 1 milhão e 800 mil seriam destinados como contribuição em 24 meses. O laudo da Polícia Federal foi produzido com base na análise de documentos encontrados no notebook de Marcelo Odebrecht e atendeu a um pedido da defesa de Lula.

A perícia foi autorizada pelo juiz Sérgio Moro e integra a ação que investiga se o ex-presidente petista teria recebido propina da empreiteira por meio da compra de um apartamento em São Bernardo do Campo e de um terreno onde seria instalada a nova sede do Instituto Lula. Em nota, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que os e-mails revelam apenas solicitações regulares de doação a candidatos, quando a legislação assim o permitia, inclusive com a indicação da conta oficial de campanha.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*