Mais de 12 milhões recolhidos pelo Nota Paraná são destinados à 690 entidades sociais

12 milhões e 500 mil reais recolhidos pelo Programa Nota Paraná foram destinados à 690 entidades de assistência social do Estado. As doações de quem pediu nota fiscal e encaminhou os valores a entidades são referentes a junho do ano passado até abril desse ano. Deste total, 86 por cento estão no Interior e na Região Metropolitana de Curitiba.

Entre as instituições sociais que mais arrecadaram recursos até agora estão 262 Apaes do Estado. Elas receberam mais de quatro milhões e 500 mil reais. Desde fevereiro do ano passado, as entidades sociais têm o direito de ser beneficiárias dos créditos do Nota Paraná. Segundo a superintendente de assistência social da secretaria da Família, Maria de Lourdes San Roman, para receber os valores é preciso que as instituições estejam cadastradas no programa.

No Norte do Estado, a Rede de Combate ao Câncer Regional de Astorga, que atende 252 pacientes da cidade e região arrecadou mais de 24 mil reais. Segundo a presidente da instituição, Zulmira Baptista Genaro, parte do dinheiro é usado para empréstimos de equipamentos, pagamento de consultas e exames que não são cobertos pelo SUS e o custeio de viagens dos pacientes.

Em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, o Instituto Beija-flor recebeu 151 mil reais. Segundo a assistente social e representante do instituto, Fabrícia Santos Santana, o local trabalha com ações pedagógicas e culturais de educação complementar.

Há duas formas de fazer as doações para as instituições cadastradas no programa. Pela primeira, o contribuinte solicita a nota fiscal, sem informar o CPF. Depois, digita no sistema do Nota Paraná os dados do cupom, encaminhando para a entidade beneficiária. Outra possibilidade é o contribuinte, após solicitar a nota e não informar nenhum CPF, depositar o documento em urnas disponibilizadas pelas entidades, que recolhem os documentos e depois digitam no sistema.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*