Manifestação a favor da Lava Jato e Sérgio Moro concentrou em média 100 pessoas em frente ao MON

Foto: Mariada Ohde/Colaboração

Foto: Mariada Ohde/Colaboração

O grupo que demonstrou apoio a Operação Lava Jato e ao Juiz Sérgio Moro permaneceu em frente ao Museu Oscar Niemeyer desde às 10 horas da manhã até perto das 18h30. A mobilização foi encerrada com um ato ecumênico batizado pelos organizadores como uma oração comunitária a favor do País. Durante toda esta quarta-feira (10), a manifestação concentrou uma média de 50 a 100 pessoas, mas segundo a coordenação do ato, esse número chegou a 400. Apesar de pequeno, o grupo fez muito barulho, com cornetas e apitos, além de utilizar cartazes e faixas com dizeres de apoio a operação. A advogada integrante do Movimento Acampamento Lava Jato, Paula Milani, comentou que este foi mais um protesto popular para pedir o fim da corrupção e da impunidade no Brasil.

O boneco inflável Pixuleco foi montado em frente ao museu logo no início da tarde e foi desmontado perto das 17h30. O Coordenador do Movimento Brasil, Daniel de Almeida, contou que uma verdadeira força tarefa foi mobilizada para trazer o boneco à Curitiba. Ele é o mesmo que foi criado em 2015 em Brasília.

Vários vendedores ambulantes aproveitaram para ganhar um dinheiro extra. Camisetas verde e amarelas, bandeiras do Brasil e até mesmo miniaturas do Pixuleco estavam à venda na rua. O ambulante Vanderlei dos Santos disse que não tem lucrado muito nos últimos dias, mas que o trabalho nesta quarta-feira (10) valeu a pena.

A mobilização foi tranquila durante todo o dia. Alguns motoristas que passaram em frente ao grupo de manifestantes demonstraram não apoiar o protesto e houve bate-boca. No início da tarde, um homem confrontou o grupo e houve um princípio de tumulto que logo foi contido pela Polícia Militar. No fim da tarde, uma mulher que passava pelo local foi hostilizada pelos manifestantes porque também não concordava com o ato. No entanto, nenhum grave incidente foi registrado pela PM.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*