Manifestantes levam pizza na sessão da Câmara de Vereadores de Maringá

A sessão da Câmara de Vereadores de Maringá, no norte do Paraná, começou com cheiro de calabresa, cebola, mussarela e molho de tomate. Dezenas de manifestantes se reuniram no plenário para pedir aos parlamentares mais agilidade para a votação do projeto de lei que reduz o salário dos vereadores e do prefeito para a próxima legislatura, que começará em 2013. Eles ofereceram pizza aos vereadores da cidade, mas nenhum aceitou. Um projeto, aprovado em 2011, aumentou o salário dos vereadores da cidade para R$ 12 mil e do prefeito para R$ 25 mil. A lei passará a valer na próxima legislatura, se não for revista pela Câmara. Os manifestantes defendem que o aumento fique, no máximo, em R$ 8 mil para os parlamentares e R$ 19 mil para o prefeito. Apesar do protesto, o projeto de lei para reduzir os salários só deve entrar em discussão na Câmara de Vereadores na quinta-feira.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*