Marcelo Odebrecht é ouvido por investigadores mexicanos

Depois de ser interrogado por procuradores do Ministério Público do Peru, o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, volta a ser ouvido nesta terça-feira (16), mas agora por investigadores do México.

O depoimento será na sede da Polícia Federal em Curitiba e está agendado para começar às 14h. Marcelo está detido na carceragem da PF.

O teor do interrogatório não foi divulgado, no entanto, a empreiteira admitiu ter pago US$ 788 milhões em propina a representantes de governo e partidos políticos no Brasil e em outros 12 países da América Latina, entre os anos de 2001 e 2016.

As informações constam no acordo de leniência firmado com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que foi derivado das investigações da Operação da Lava Jato.

A empreiteira pagava propina para vencer licitações públicas e, assim, teria garantido contratos em mais de 100 projetos. No mesmo acordo, a Brasken também admitiu ter pago US$ 250 milhões, entre 2006 e 2014.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*