Ministério Público investiga presença de cobra e tigre dentro de balada, em Curitiba

(Foto: Reprodução / Instagram)

O Ministério Público do Paraná vai investigar a casa noturna Hot Bar no Centro de Curitiba que teria exibido um tigre e uma jiboia durante uma festa no último fim de semana. Fotos postadas na página da empresa na internet mostram pessoas interagindo com um dos animais.

A denúncia foi feita pelo ativista da proteção animal, Paulo Colnaghi, a partir de postagens de pessoas que estiveram no local na madrugada de sábado (10) para domingo (11).

 

A situação pode se enquadrar em um caso de maus–tratos, considerando o ambiente inadequado a que os animais foram submetidos, com pena prevista em uma lei federal, que vai de três meses a um ano de detenção.

Uma lei municipal também proíbe a utilização e apresentação de animais em “circos, espetáculos e assemelhados” no território de Curitiba. O ativista está reunindo informações e depoimentos que possam ajudar nas investigações.

O uso de câmeras dentro dessa casa noturna é restrito e, por isso, até o momento, só há registros de pessoas da equipe da casa interagindo com a jiboia.

Mas uma mulher que esteve no local na noite da festa e que prefere não se identificar, contou para reportagem da Band News FM que viu o tigre dentro da jaula e que chegou a reclamar com a equipe sobre a situação. Ela afirma que algumas pessoas conseguiram registrar fotos com o animal.

A situação deve ser encaminhada ainda para a Delegacia do Meio Ambiente que vai ajudar nas investigações. A reportagem não conseguiu contato com algum representante da casa noturna.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*