Motoqueiro que deixou duas pessoas gravemente feridas deve usar tornozeleira eletrônica

(Foto: Ana Flávia Silva/BandNews Curitiba)

O motoqueiro, de 22 anos, que causou o acidente que deixou duas pessoas em estado grave, deve ser monitorado por tornozeleira eletrônica. A decisão é da juíza Lilian Resende Castanho Schelbauer, do Plantão Judiciário de Curitiba.

Segundo a Polícia Civil, ele responderá pelos crimes de exibição e malabarismo de veículo automotor em via pública. Ele estava com a Carteira de Habilitação Suspensa desde 2016 pelo mesmo motivo: exibição em ruas da cidade. O acidente aconteceu no sábado, na Avenida do Batel, onde o condutor da moto atropelou tia e sobrinha que atravessavam a rua e ainda uma idosa, que estava no ponto de ônibus.

A mulher de 88 anos já recebeu alta e as outras duas permanecem internadas na UTI. Já o rapaz está internado no Hospital Marcelino Champagnat e, assim que receber alta, será levado para prestar depoimento.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*