Motorista que causou a morte de cinco pessoas na BR-476 ainda não se apresentou na delegacia

Foto: Ricardo Pereira – BandNews Curitiba

O jovem de 21 anos, motorista do Citröen Picasso que causou o grave acidente registrado na manhã de ontem (domingo) na BR-476, em Curitiba, ainda não se apresentou na delegacia para prestar esclarecimentos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do Picasso cruzou a rodovia em alta velocidade, capotou e atingiu um Corcel que seguia no sentido contrário. Na sequência, os dois carros pegaram fogo.

 

Cinco pessoas morreram carbonizadas e uma ficou ferida. O passageiro que sobreviveu ao acidente e que estava no Picasso prestou depoimento nesta segunda-feira (06 de novembro). De acordo com o delegado Anderson Franco, da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), o rapaz confirmou que o condutor estava a pelo menos 150 km/hora. Além disso, segundo o relato, pouco antes do acidente, os ocupantes do Picasso haviam ingerido bebida alcoólica.

Uma amiga da família também confirmou à polícia que o rapaz chegou em casa após o acidente “transtornado” e com sinais de embriaguez.

Pelo menos dez pessoas prestaram depoimento nesta segunda-feira (06 de novembro). Maria Lucia Gomes, irmã de uma das vítimas, diz que a família está muito abalada com a perda.

O jovem responsável pelo acidente pode responder pelo crime de homicídio doloso com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*