Motorista que ocasionou cinco mortes na Linha Verde vai responder processo em liberdade

O motorista responsável pelo acidente que resultou na morte de cinco pessoas, na Linha Verde, em Curitiba, vai responder o processo em liberdade. Douglas Henrique da Costa Gomes era considerado foragido pela Polícia Civil, desde o dia 10 de novembro, quando a Justiça expediu um mandado de prisão contra o jovem. O inquérito foi encaminhado a 2ª Vara do Júri – que revogou o mandado.

O acidente aconteceu na madrugada do dia 5 de novembro. De acordo com a polícia, o jovem voltava de uma casa noturna na região metropolitana de Curitiba, quando perdeu o controle do veículo que dirigia e bateu de frente com um Corcel.

Os três ocupantes que estavam no carro, que foi atingido, morreram. No veículo de Douglas, havia mais três pessoas, duas morreram. O jovem fugiu do local, sem prestar socorro, enquanto os dois carros pegavam fogo.

Segundo as investigações, Douglas Gomes havia ingerido bebida alcoólica e estava dirigindo em alta velocidade. O motorista foi indiciado por homicídio doloso, omissão de socorro, embriaguez ao volante, lesão corporal dolosa e por afastar-se do local do acidente.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, o inquérito deve retornar à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) da Polícia Civil, para que outros documentos sejam anexados ao processo.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*