Motoristas e cobradores de Araucária atrasam saída de ônibus em protesto

Moradores de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, enfrentaram atrasos na saída de ônibus da Viação Tindiquera, nesta sexta-feira (23) de manhã. Motoristas e cobradores reclamam de falta de pagamento do vale dos trabalhadores – que deveria ter sido feito no último dia 20.

A mobilização em frente à garagem da empresa aconteceu no final da madrugada, minutos antes do início da operação dos veículos. O presidente em exercício do Sindimoc, Dino César, explica que o atraso aconteceu por um impasse entre empresa e órgão gestor do transporte no município. No entanto, a punição não pode recair sobre os trabalhadores.

Com o atraso, os funcionários da empresa aprovaram um indicativo de greve de 72 horas e outro, preventivo, para o próximo dia 5 – data limite para o pagamento do salário. Por meio da assessoria de imprensa, a Viação Tindiquera informa que 90 trabalhadores, dos cerca de 380 do quadro de funcionários, não receberam o vale. Isso porque a CMTC – empresa que gerencia o transporte público em Araucária, não faz o repasse mensal desde agosto.

Dessa maneira, não pode arcar com a folha de pagamento de maneira integral. Procurada, a CMTC – vinculada à prefeitura, ainda não se manifestou.

Foto: divulgação/ Sindimoc

Assembleia durou cerca de meia hora. Foto: divulgação/Sindimoc

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*