Movimentos de apoio a Lula ligados a diferentes religiões fazem vigília em frente à Catedral

Foto: Joel Rocha/ Secretaria do Esporte e Turismo

Foto: Joel Rocha/ Secretaria do Esporte e Turismo

A vigília inter-religiosa pela Democracia, que teria participação de apoiadores do ex-presidente Lula, prevista para hoje (terça-feira) na Catedral de Curitiba, foi cancelada pela Arquidiocese. Em nota, assinada pelo bispo Dom José Antônio Peruzzo, o igreja informou que a vigília ecumênica estava programada com antecedência, e que na época o interrogatório do ex-presidente Lula não estava marcado. Para evitar embates político-partidários, a Arquidiocese de Curitiba afirma que optou por cancelar o evento.

Apesar do cancelamento do uso das dependências da Catedral, a “Vigília Inter-religiosa de Oração pela Democracia e pela Vida” deve ocorrer em frente à catedral, na Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba. Devem participar movimentos sociais, Igrejas Cristãs e de outras religiões. O ato começa às sete e termina às nove horas da noite. A Frente Brasil Popular, que reúne 40 entidades, confirmou a realização do evento paralelo.

De acordo com a nota da Arquidiocese, originalmente, se propunha a um evento inter-religioso orientado à promoção da paz e do sadio convívio entre as diferenças. A realização do evento hoje (terça) poderia causar justamente o contrário, e, segundo a igreja, “pode se tomar foco de conflitos”.  Segundo a nota, a Arquidiocese considera a atmosfera “carregada, densa de potenciais confrontos” e tomou a decisão de não disponibilizar as instalações para a data prevista “justamente para salvaguardar um ambiente que evite contrastes e acirramento de ânimos”. O ato estava na programação da Frente Brasil Popular, que inclui vários movimentos sociais, que se mobilizaram em Curitiba apoiar o ex-presidente Lula.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*