MP ajuíza ação civil pública contra vereador de Foz do Iguaçu

O Ministério Público em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra um vereador e um comerciante da cidade, por suposto desvio de salário de servidor da Câmara Municipal. O servidor teria sido nomeado em 2009 para o cargo de assessor parlamentar, mas ele nem comparecia ao trabalho. Existe a suspeita de que o funcionário era fantasma e que o dinheiro dos vencimentos dele era desviado. O Ministério Público pede à Justiça a indisponibilidade dos bens dos dois, em caráter liminar, além da condenação deles por ato de improbidade administrativa e o ressarcimento do valor de R$ 130,2 mil aos cofres.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*