MP propõe torcida única em todos os jogos de futebol disputados em Curitiba

Os jogos de futebol disputados na Arena da Baixada vão passar a ter torcida única. A medida faz parte de um projeto-piloto do Ministério Público do Paraná, com apoio da Polícia Militar e da Demafe, a Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos. Os testes começam na casa do Atlético, mas o objetivo, segundo o MP, é que os jogos no Couto Pereira e na Vila Capanema também passem a ter apenas torcedores do time mandante nas arquibancadas.

Pela proposta, todos os jogos disputados na capital paranaense – e não só os clássicos – passariam a ter torcida única. A ideia vem sendo discutida há pelo menos um mês. Segundo o promotor de Justiça, Maximiliano Deliberador, o objetivo da medida é reduzir os episódios de violência entre torcidas rivais, tanto dentro quanto no entorno dos estádios.

Ele usa como exemplo o estado de São Paulo, que há dois anos determinou torcida única nos clássicos estaduais

A expectativa do MP é que o efetivo policial usado nos jogos da capital paranaense seja, também, reduzido com as partidas de torcida única. Maximiliano Deliberador não acredita que a medida de manter apenas a torcida mandante no estádio vá ferir o direito que outros torcedores têm de acompanhar suas equipes na capital paranaense

Entre os torcedores, a medida não é unânime. A estudante Gabriela Widderhoff, que torce pelo Atlético, acredita que a proposta pode até diminuir a violência dentro dos estádios, mas não ataca o problema que ocorre no entorno deles

O professor Luís Fernando André, torcedor do Paraná, também acredita que os episódios de confusão não acontecem, majoritariamente, dentro dos campos de jogo. Ele destaca que a medida deve diminuir a atração pelos jogos

O matemático industrial e torcedor do Coritiba, Rodrigo Salvador, acredita que o projeto tira o foco da dimensão real da violência

Hoje (11), o Ministério Público vai fazer uma reunião para acertar os detalhes finais de implantação da proposta. A estreia do projeto será na partida entre Atlético Paranaense e Cruzeiro, na próxima quarta-feira (16), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A diretoria do Furacão foi a primeira – e, até agora, a única – a aceitar o teste proposto pelo Ministério Público. Inicialmente, o Coritiba se recusou a participar do projeto.

Já o Paraná Clube ainda não se manifestou. Na próxima semana, o Ministério Público vai tentar uma nova reunião com representantes do Coxa e do Tricolor para tentar levar os jogos com torcida única para todos os estádios da capital.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*