MPPR investiga igreja após queixas de excesso de barulho

Uma igreja do centro de Curitiba é alvo de uma investigação do Ministério Público após queixas de vizinhos por excesso de barulho. A denúncia da Promotoria de Proteção ao Meio Ambiente aponta que a Igreja Maranata não tem autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente para funcionar.

Segundo o MP, o local também não conta com laudo de vistoria assinado pelo Corpo de Bombeiros. Todas as irregularidades foram descobertas pela Promotoria durante as diligências feitas no inquérito. O Ministério Público pediu à Secretaria do Meio Ambiente que fizesse a medição de ruído no local, mas a pasta respondeu que não seria possível fazer o procedimento porque o local não teria licença válida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve nenhum pedido de vistoria no imóvel que abriga a igreja.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*