Músico curitibano morre esperando por leito na UTI

Um homem morreu nessa quinta-feira após esperar mais de 30 horas por um leito de UTI. Ele teve um acidente vascular cerebral e por isso necessitava de uma cirurgia com urgência. O homem permaneceu em observação na Unidade de Urgências e Emergências Médicas Boa Vista, enquanto esperava pela vaga. O leito foi disponibilizado no Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, depois de exatas 35 horas. Mas por causa da demora ele chegou ao local com poucas chances de sobrevivência. O paciente não resistiu e teve a morte cerebral decreta pouco tempo depois de chegar ao local. O Assessor Especial de Gestão da prefeitura de Curitiba, Matheos Chomatas, defendeu a prefeitura dizendo que este caso foi muito específico e não houve descaso por parte do atendimento médico. O paciente precisava de um leito em UTI considerado raro.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*