Na terceira tentativa de fechar uma delação, Duque apresenta imagem de encontro com Lula em 2012

lula duque

A defesa do ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, anexou hoje (terça) ao sistema da Justiça Federal do Paraná uma imagem de um encontro que o ex-executivo teve com o ex-presidente Lula em 2012. Na petição, os advogados de Duque informam que além do encontro registrado na foto, houve outras duas reuniões com o petista para tratar de assuntos relacionados a contratos da Petrobras e arrecadação de dinheiro para o Partido dos Trabalhadores.

No documento, a defesa também explica que outro encontro, realizado no dia 2 de junho de 2014, foi para falar de depósitos feitos em contas no exterior. Na petição, o ex-diretor de serviços da Petrobras ainda afirma que renuncia do dinheiro depositado em contas na Suíça e no principado de Mônaco. Os valores mantidos nesses locais não foram divulgados. Duque reforça no documento que tem a intenção de continuar colaborando com a Justiça. Preso desde 2015 e condenado a mais de 50 anos de prisão na Lava Jato, Duque tenta pela terceira vez um acordo de delação premiada com a força-tarefa do Ministério Público Federal. A petição foi protocolada em ação penal relacionada a 35ª fase da operação Lava Jato. Entre os réus desse processo estão, além de Duque, o ex-ministro Antônio Palocci, o empresário Marcelo Odebrecht e o casal de publicitários João Santana e Mônica Moura. A defesa do ex-presidente Lula se manifestou por meio de nota e informou que “os papéis apresentados por Duque nada provam”. De acordo com o advogado Cristiano Zanin Martins, os documentos não provam que Lula é dono do tríplex, nem que recebeu alguma vantagem indevida proveniente de contratos da Petrobras.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*