Natal do Palácio Avenida pode sofrer alteração

A mais tradicional apresentação de natal do país – o Natal do Palácio Avenida de Curitiba – pode sofrer alteração. Os horários do espetáculo devem ser mudados e a frequência com que eles são realizados também pode diminuir. Tudo isso em benefício das crianças que participam da apresentação. O Ministério do Trabalho e Emprego determina algumas adequações tanto nos espetáculos como no trabalho que é desenvolvido com as crianças. Uma verificação foi realizada por alguns representantes do MTE para entender como funciona a preparação dos cantores mirins. De acordo com coordenadora de combate ao trabalho infantil no Paraná, auditora fiscal Fernanda Matzenbacher, são necessárias mudanças nos horários de ensaio das crianças, assim como adequação na alimentação e investimento em acompanhamento psicológico.

A coordenadora afirma que já há conversas com o banco HSBC para estudar horários alternativos para as apresentações. Ela conversou com Iara Maggioni.

A auditora Fernanda Matzenbacher conta que não há o interesse de o Ministério do Trabalho barrar a participação das crianças nos espetáculos, já que as manifestações artísticas fazem parte do desenvolvimento dos mais novos. No entanto, ela explica por que é necessário um cuidado maior no tratamento dos pequenos.

Em nota, o Instituto HSBC Solidariedade informa que, desde o ano passado, vem adotando sugestões do Ministério do Trabalho para ampliar os benefícios e o bem-estar dos participantes do coral, que é formado por 160 crianças selecionadas de 11 casas lares da capital e região metropolitana. De acordo com a assessoria de imprensa, o projeto segue orientações dadas pela Vara da Infância e da Adolescência de Curitiba.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*