No Paraná, 30% dos presos trabalham e 35% estudam, aponta levantamento do Depen

Foto: Divulgação/ DEPEN

Cerca de 30% dos presos que estão em unidades prisionais do Paraná trabalham e quase 35% estudam, segundo um levantamento do Depen, Departamento Penitenciário do Estado do Paraná. A lei de execução penal garante o direito do preso ao trabalho. O detento ganha três quartos do salário-mínimo e tem descontado um dia de pena a cada três trabalhados. Segundo o diretor do Depen, Luiz Cartaxo Moura é preciso pensar em políticas que ampliem a possibilidade de ressocialização dos presos.

O sistema prisional conta com mais de 400 canteiros de obras, 300 do estado e 100 em parceria com empresas privadas.

A escolarização vai da alfabetização ao ensino médio, além do ensino superior, preparação para o Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, e cursos de qualificação e profissionalizantes. Existe, também, o projeto de remissão da pena por meio da leitura de livros.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*