Novo Ligeirão diminuiu número de ônibus na linha Santa Cândida/Capão Raso

(Foto:Cesar Brustolin/SMCS)

A linha de ônibus Santa Cândida/ Capão Raso teve redução no número de veículos depois da implantação do Ligeirão Santa Cândida/Praça do Japão, inaugurado na última semana de março. Dos 44 veículos que atendiam a linha, apenas 29 seguem fazendo o trajeto com paradas em todas as estações-tubos entre o terminal do Capão Raso e o Terminal do Santa Cândida.

Os outros veículos foram remanejados. 18 ônibus atendem a nova linha do ligeirão. A mudança tem causado transtornos para os passageiros que precisam utilizar o ônibus parador. A empregada doméstica Rosane de Lima, que usa a linha diariamente, afirma que o trajeto dela ficou mais demorado e caótico.

Como ela desce em um tubo antes do terminal do Cabral, o ligeirão não atende a necessidade. Se fosse usar a nova linha, ela precisaria ir até o terminal e pegar outro ônibus para voltar até o tubo onde normalmente desce ou fazer o trajeto a pé. Com as mudanças, o conforto dentro do Santa Cândida/ Capão Raso também diminuiu.

No dia do lançamento do Ligeirão, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca chegou a afirmar que não haveria alteração no número de ônibus de outras linhas, o que não aconteceu. Segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (URBS), Ogeny Pedro Maia Neto, ainda serão feitos ajustes nas linhas para adequar o serviço.

Embora o número total de veículos tenha aumentado, não houve alteração na equipe de motoristas. Os profissionais estão sendo remanejados para atender a nova demanda. Nas próximas semanas, segundo Ogeny, as equipes da Urbs vão monitorar a situação nos terminais para implantar as mudanças.

A Urbs não divulgou até quando essas alterações devem ser feitas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*