Número de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados aumentou em Curitiba

Foto: Juliano Pedrozo/DetranPR – arquivo

O Batalhão de Polícia de Trânsito autuou três mil, oitocentos e vinte e um motoristas por embriaguez ao volante, somente na região de Curitiba. Os números são de janeiro a outubro deste ano. São dois mil e quatrocentos casos a mais em comparação ao mesmo período do ano passado.

Algumas autuações ocorreram na sequência de graves acidentes como o que ocorreu no último domingo (11), quando um motorista atropelou três pessoas em frente a uma barraca de cachorro-quente, no Centro Cívico. O condutor de 25 anos deve responder por embriaguez ao volante e lesão corporal. Na avaliação da porta-voz do Bptran, Etiene do Carmo, os números de embriaguez ao volante são resultado do aumento da fiscalização por parte da corporação. Ela destaca que, se constatada a ingestão de álcool, o motorista perde o direito de dirigir por um ano e ainda pode ser preso.

O motorista que dirige embriagado perde consideravelmente a atenção no trânsito e os reflexos. Os sentidos como a visão também são afetados. A tenente ressalta que a probabilidade de se envolver em um acidente é grande.

Diversos estudos relacionam a embriaguez ao volante a acidentes. A Organização Mundial da Saúde aponta que o consumo de substâncias alcoólicas antes de dirigir é um fator que pode ser associado diretamente às ocorrências de trânsito e, inclusive, à gravidade das lesões.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*