OAB sugere que PF e Ministério do Trabalho façam a segurança de casas noturnas

A segurança das casas noturnas de Curitiba a cargo de agentes da polícia federal e do Ministério do Trabalho. Essa é a sugestão da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná, que encaminhou o pedido para a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado. De acordo com o presidente da OAB-PR, José Lúcio Glomb, essa seria a saída para o aumento na segurança desses locais, já que o “bico” feito por policiais militares não é a melhor alternativa.

A polêmica a respeito da segurança nesses estabelecimentos começou na semana passada, depois que um jovem de 18 anos teria sido agredido por seguranças do James Bar por não ter dinheiro para pagar toda a conta. Segundo Glomb, a OAB defende a apuração dos fatos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*