Obras da Arena da Baixada são as mais atrasadas do país

A Arena da Baixada é o estádio que está mais longe de ficar pronto, segundo um relatório do governo federal sobre obras da Copa do Mundo de 2014, divulgado hoje. Apenas 11% das obras foram concluídas. O mais adiantado é o de Fortaleza que está com 62% do projeto pronto. A reforma na Arena vai custar 234 milhões de reais. Destes, 123 milhões serão financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social, o BNDES. A solicitação do financiamento ainda está em análise. O secretário estadual da Copa, Mário Celso Cunha, que participou da divulgação do terceiro relatório das obras para o mundial, em Brasília, questiona os números apresentados pelo Ministério do Esporte.

A previsão de entrega da Arena é para junho de 2013. O secretário explica que o ritimo das obras no estádio só vai aumentar depois da liberação do dinheiro do BNDES.

Em Curitiba, estão previstas nove obras de mobilidade para a Copa. Duas delas, no corredor aeroporto-rodoviária e na rodoviária, deveriam começar neste mês, mas ainda estão em fase de licitação. O secretário municipal da Copa, Luiz de Carvalho, garante que os projetos vão começar a ser executados nas próximas semanas.

Segundo o relatório, as obras no aeroporto Afonso Pena estão em andamento e dentro do cronograma. São três projetos: um para o terminal de passageiros e dois para pista e pátio. A capacidade de passageiros será aumentada em 87% e vai passar de sete milhões e 800 mil por ano, para 14 milhões e 600 mil. O custo é de 85 milhões de reais. Em todo o país, apenas 5% das 101 obras para a Copa do Mundo foram entregues. Faltando dois anos para o mundial, apenas 55% dos empreendimentos estão em obras.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*