Oficina de Música terá programação extensa com 125 eventos

Foto: Divulgação/Oficina de Música

Entre os dias 27 de janeiro e 8 de fevereiro, a capital paranaense será palco da 35ª Oficina de Música. Além da oferta de 96 cursos de música erudita e popular brasileira, esta edição terá uma extensa programação artística, com aproximadamente 125 eventos, entre concertos em teatros e parques, palestras, exibição de filmes, e o “circuito off” em 13 bares da cidade.

De acordo com Marino Galvão Junior, diretor-executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), a novidade desta edição é juntar em uma categoria as músicas erudita, antiga e MPB. Para ele, essa união fortalece os laços da música

Mais de 1.300 alunos de todo o Brasil, vindos de 22 estados brasileiros e do Distrito Federal devem participar das oficinas. Os do Paraná são em maior número – são 784 alunos, sendo 610 da capital. Entre os participantes estão também muitos estrangeiros. Serão 46 alunos vindos, na maior parte, da Argentina, mas também do Paraguai, Bolívia, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Espanha e Lituânia.

De acordo com o diretor executivo do evento, é essa diversidade de participantes que oportuniza a troca de conhecimentos e informações.

O diretor executivo do evento esclarece que a programação da oficina de música não é restrita somente aos inscritos. Marino Galvão Junior explica que a parte pedagógica da 35ª edição é dividida em três categorias.

Já a programação artística é aberta a todo o público de Curitiba. Durante os treze dias de evento, a expectativa da organização é de que pelo menos 50 mil pessoas participem das atividades ofertadas pela oficina de música. Entre os shows programados estão de Martinho da Vila, que se apresenta em conjunto com a Orquestra à Base de Cordas e Toquinho, que se apresenta com crianças do projeto MusicaR das Regionais de Curitiba

A programação completa da Oficina de Música está disponível no site www.oficinademusica.org.br.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*