Operação policial prende quatro mulheres em farmácias de manipulação em Curitiba

Foto: divulgação / Polícia Civil do Paraná

Quatro mulheres foram presas em flagrante pela suspeita de falsificação de produtos para medicamentos manipulados. A operação, da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Decrisa), deteve três farmacêuticas e uma gerente, e aconteceu em duas farmácias de manipulação de Curitiba, uma no Centro e outra no bairro Fazendinha.

Os produtos, que eram revendidos sem registro, são medicamentos para crianças com algumas necessidades especiais. Os materiais foram apreendidos e as mulheres seguem presas.

Ao menos uma das farmácias foi interditada. A ação teve apoio do Conselho Regional de Farmácia do Paraná e também da Vigilância Sanitária.

Segundo a polícia, a investigação teve início após a mãe de um menino autista registram um boletim de ocorrência. No relato, ela afirma que a criança teve o estado de saúde agravado após o uso dos medicamentos.

A Polícia Civil deve dar mais detalhes em uma coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (30).

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*